Sinistro, o termo que assusta.

Todo mundo contrata um seguro veicular esperando não usar, concorda?

Mas infelizmente, acidentes acontecem.

Se você leu o termo sinistro no contrato, mas não sabe exatamente o que significa, não precisa se preocupar. O sinistro é apenas a maneira como as seguradoras denominam os acontecimentos e incidentes que causam algum dano ou prejuízo ao carro.

Vamos conhecer os principais incidentes que podem acionar o sinistro?

 

Colisão

Colisões podem resultar em danos parciais, quando a seguradora providenciará o reparo do veículo, ou em perda total, se os prejuízos forem maiores que 75% do seu valor. Nesse caso, o segurado terá direito à indenização integral.

 

Danos a terceiros

Muitas vezes, os acidentes também causam danos materiais e pessoais a terceiros, o que torna essa cobertura muito importante. Nesse caso, a seguradora se encarrega de ressarcir os envolvidos pelos prejuízos causados.

 

Roubo ou furto

Se o veículo furtado ou roubado não é recuperado, o segurado recebe indenização integral. Também é possível optar por cobertura adicional de furtos ou roubo de objetos do interior do carro (Fale com a #equipegracos que a gente te ajuda nisso!!)

 

Causas naturais

Também são comuns sinistros envolvendo causas naturais, como enchentes, queda de raios ou de galhos de árvores, além de incêndios e explosões.

Alguns tipos de sinistro são bastante comuns e costumam estar previstos por quase todas as apólices. Contudo, existem diversas coberturas importantes que são opcionais. Por isso, antes de fechar negócio, é fundamental considerar suas reais necessidades, garantindo a tranquilidade e a segurança que você tanto procura em um seguro auto.

 

Quero contratar um seguro, e agora?

Fazer a contratação de um seguro não é tão complicado assim, passe para seu corretor tudo o que você espera do seguro e ele vai lhe passar as possibilidades de melhor contratação de cobertura.

Não fique com dúvidas aqui na Gracos Seguros sua contratação de seguro é transparente, simples e que vai atender as necessidades que você precisa para manter seu bem seguro.

 

Artigo escrito pela nossa colaboradora especialista em sinistro Ariela Lima.